Por trás da burca também bate um coração….

IMG_1866[1]

Fizemos uma conexão de várias horas no aeroporto de Ryad – Arábia Saudita. Assustador!! Nunca imaginei conviver tão de perto com as mulheres muçulmanas, aquelas que usam a burca.
O clima é pesado, tristeza e medo  no ar, muitos olhares em nossa direção.
No mundo delas, eu era a diferente.

Conhecemos uma Suíça já no desembarque, a Guerda ….. Ela chegou meio sem jeito perguntando se teria problema passar algumas horas conosco, afinal, estava com medo de ficar sozinha naquele ambiente!!

Uma mulher mais velha, muito viajada, segura e inteligente, muito bom papo…. Como aprendemos com esses viajantes que cruzam nosso caminho!!

E ficamos ali, 6 horas observando todas vestidas inteiramente de preto, enxergando o mundo somente por um pequeno buraquinho (muitas vezes nem essa fresta tinham). Elas transmitem um olhar triste e estão sempre na companhia de um homem da família….

O primeiro pensamento que me veio a cabeça é que no mundo de hoje, isso é inadmissível!!
Difícil entender, com toda a minha liberdade, como elas se sujeitam àquilo e instigada, logo pesquisei um pouco sobre a religião islâmica e seus costumes.

Já havia chamado a minha atenção que em muitos pontos turísticos da Malásia (onde o islamismo é predominante), elas apenas tiravam as fotos, nunca faziam a pose pra aparecer … Depois fui entender que é apenas mais uma regra da religião.

Outras proibições que também chamaram me intrigaram:
Elas não podem trabalhar fora de casa, não podem falar com homens na rua e nem ser tratadas por médicos homens…
São proibidas de frequentar escolas e universidades, obrigadas a permanecerem analfabetas.
São proibidas de rir alto e nenhum estranho pode sequer ouvir sua voz.
Não podem usar saltos altos já que nenhum homem pode ouvir os passos de uma mulher.
São proibidas de andar de bicicleta ou moto…. Usar roupa colorida então, nem pensar!
Elas não tem o direito de escolher o próprio marido e vivem a vida toda submissas e sem valor algum.

Difícil imaginar como elas podem ser consideradas felizes, elas não devem nem saber o que felicidade significa, pois com tantas regras e obrigações, sua única serventia é obedecer e assegurar a felicidade do seu marido.

A Guerda olhava tudo aquilo admirada e só conseguia expressar uma frase: “So interesting!”….. E eu revoltadíssima com aquele mundo, fazendo milhões de questionamentos!!

Cheguei a pesquisar se existe algum livro escrito por alguma dessas mulheres, seria interessante conhecer o ponto de vista delas e não apenas formar conceitos com o meu pensamento limitado….

Mas nada, pelo que eu entendi, elas não podem se expressar para o mundo, são condenadas a permanecer no silêncio.

Depois de tantas horas de pesquisa e reflexão, já estava pensando como na Guerda…. Tudo aquilo, para mim, se tornou “so interesting”!  E mais um choque me ensinou mais uma lição…

Ninguém tem direito de criticar como elas andam e o que elas fazem por religião… quem somos nós para saber do certo e errado… Temos somente que respeitar as diferenças que existem nesse mundo, sem preconceitos e sem julgamentos baseados nos nossos valores… E até admirar como muitas mulheres suportam a vida inteira com uma única cor dentro do guarda roupa.

P.

Anúncios

4 respostas em “Por trás da burca também bate um coração….

  1. Paulinha,amei o que vc acabou de escrever,e muito mais o final,perfeito com muito censo da verdade,que somos nós para julgarmos alguem ou alguma coisa.Te amo saudades

  2. Imagino como deve ser agressivo estar perto da realidade desse povo.
    Lembro-me de ouvir, há anos atrás, alguns relatos de uma amiga que morou com o marido no Qatar, em Doha. Ela era vista e julgada de forma terrível por não usar as vestes tradicionais, mesmo sendo estrangeira. Foram tempos difíceis até se “acostumar” ao cotidiano deles.
    Parabéns pelo olhar interessante e lúcido sobre as experiências de vocês diante de tantas culturas diferentes, Paula!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s